10 coisas que seu médico gastroenterologista gostaria que você soubesse

O médico gastroenterologista é um profissional muito importante para garantir a melhor saúde para o nosso sistema digestivo. São, muitas às vezes, em que as pessoas só procuram um médico de estômago quando sentem algum sintoma estranho. Mas, como qualquer outra especialidade médica, é essencial se consultar e fazer exames de rotina.

Pensando nisso, apresentamos abaixo 10 coisas que nós médicos gastroenterologistas gostaríamos que todos você soubessem. Assim seria muito mais fácil manter seu estômago saudável e funcionando corretamente.

As pessoas normalmente não dão muita atenção ao seu estômago. Porém, o nosso sistema digestivo é essencial para nossa saúde e bem-estar no dia a dia. Então, manter um estômago bem, é crucial para que nosso corpo consiga absorver os nutrientes necessários para funcionar de forma adequada.

As 10 coisas que nós gastroenterologistas gostaríamos que soubesse sobre como cuidar bem do seu estômago

  • Coma devagar e mastigue bem

Primeiramente, é fundamental que mastiguemos bem os alimentos que vamos comer, além de comer devagar, sem pressa. Com isso, o processo de digestão dá início adequadamente e o nosso estômago consegue trabalhar de forma eficiente.

Enquanto comemos, na boca os alimentos são mastigados, quebrados em pedaços menores e menores. Isso facilita e permite que o estômago possa digerir os alimentos de maneira mais eficiente. Devemos também lembrar que quando comemos devagar e mastigamos bem, vamos nos sentir mais saciados. Isso faz a gente comer menos, o que é pode ser benéfico para quem também pensa na perda de peso.

  • Beber bastante água

A água é um líquido essencial para o nosso corpo, sendo assim, para o estômago não seria exceção. Por isso, beber bastante água é muito importante para ajudar manter o estômago hidratado e saudável.

Beber água nos ajuda com processo de digestão. Como citamos acima sobre comer devagar pode auxiliar na perda de peso, beber água antes das refeições também pode ajudar essa questão. Quando bebemos água antes de comer, podemos nos sentir mais saciados.

  • Evite alimentos gordurosos e processados

Acho que quase todos sabemos o quanto devemos evitar alimentos gordurosos e processados para nossa saúde. Então, novamente, também é importante reduzir a ingestão desses alimentos pensando na saúde do estômago.

Alimentos gordurosos e processados são mais difíceis de digerir e podem causar azia e refluxo ácido.

Em vez disso, tente adicionar em sua dieta, alimentos ricos em fibras, como frutas, verduras e grãos integrais. Alimentos como estes, ajudam a manter o trato digestivo em boas condições, ajudando inclusive em reduzir o risco de câncer de cólon.

  • Não fume

O tabagismo é prejudicial à saúde em geral, não só de quem fuma. Porém, fumar também pode ter efeitos nocivos no estômago. O fumo pode levar a uma inflamação do revestimento do estômago. Se isso acontecer, pode evoluir para uma úlcera e outros problemas gastrointestinais.

Devemos nos alertar, que o tabagismo é um fator de risco para o câncer de estômago.

  • Reduza o consumo de álcool

O álcool é bom, mas o consumo excessivo pode irritar o revestimento de nosso estômago, causando inflamação e até mesmo úlceras. Como se não fosse o bastante, o consumo excessivo de álcool pode levar a problemas de fígado e outros problemas de saúde graves, como dependência.

Vale lembrar, se você decidir beber álcool, faça-o com moderação e sempre acompanhado de alimentos e intercalando com água, e não dirija.

  • Exercite-se regularmente

Com certeza seria um ponto que não poderia faltar aqui, a prática regular de exercícios físicos. O exercício físico ajuda a manter o trato digestivo saudável e ajuda a reduzir o risco de constipação e outros problemas gastrointestinais.

  • Não ignorar os sintomas e procurar ajuda

Caso você sentir dor abdominal persistente, azia, refluxo ácido ou algum sintoma gastrointestinal, não fique em casa! É importante procurar um médico gastroenterologista.

Ignorar os sintomas, nunca, é algo que deve ser feito, isso pode levar a complicações mais sérias no futuro. Veja este exemplo:

  1. Um paciente com dor abdominal persistente pode ser um sinal de úlcera péptica, que é uma ferida no estômago ou no intestino delgado que pode causar sangramento interno e infecção;
  2. O refluxo ácido crônico pode causar inflamação do esôfago e até mesmo câncer de esôfago a longo prazo.

Muitos sintomas gastrointestinais podem ser sinais de problemas mais graves, tais como doenças inflamatórias intestinais ou o câncer de cólon.

Então, se você notar algum sintoma incomum, é importante procurar por um médico de estômago (gastroenterologista) de imediato. Assim, obter um diagnóstico adequado e um tratamento eficaz.

  • Faça exames regulares

Fazer exames regulares para garantir a sua saúde e a saúde de seu estômago é essencial. Exames como endoscopia e colonoscopia, nos auxiliam a detectar problemas gastrointestinais precocemente. O tratamento, enquanto a doença está em fases iniciais, tem muito mais chances de serem eficazes.

  • Controle o seu estresse

Médicos, terapeutas, psicólogos, constantemente enfatizam a importância de controlar o estresse no dia a dia. O estresse pode ter efeitos nocivos no sistema digestivo. Quando estamos nos sentindo estressados, podemos sentir azia, dores abdominais e até mesmo diarreia.

Poucos sabem, mas o estresse crônico podem nos trazer problemas de saúde mais graves, como úlceras e síndrome do intestino irritável.

Uma dica é tentar controlar o estresse encontrando maneiras saudáveis de lidar com ele. O esporte, normalmente, é uma excelente forma.

  • Tome medicamentos com cuidado e acompanhamento médico

Por fim, porém não menos importante, tomar medicamentos com cuidado e acompanhamento médico é fundamental. Existem medicamentos que são muito fortes,  alguns deles podem afetar a saúde do estômago.

Por exemplo, o uso prolongado de anti-inflamatórios não esteroides, são motivos para úlceras e outros problemas gastrointestinais. São diversos os medicamentos que podem afetar nosso estomago. Até mesmo o Omeprazol, por muito tempo, pode fazer mal.

Se você precisa e toma medicamentos regularmente, não deixe de se consultar com um gastroenterologista, e verificar a saúde de estômago. Além de possíveis efeitos colaterais e como minimizá-los.

Concluímos que

Seguir essas dicas, como mastigar bem, consumir bastante água, evitar alimentos gordurosos e processados, não fumar, etc. Vão com certeza te ajudar a garantir uma vida mais saudável e feliz.

Lembrando que, ao notar qualquer sintoma incomum, procurar imediatamente por um profissional obter um diagnóstico adequado e um tratamento para seu problema.

Muito tempo que não consulta com um gastro?

Fazer exames e consultas periódicas são de extrema importância para todos nós. Esses agendamentos além de ajudar de manter a nossa saúde em dia, podem nos ajudar a prevenir diversos problemas.

Já consultou com um gastro nos últimos meses? Marque já sua consulta e tire dúvidas, vamos fazer os exames necessários e evitar problemas futuros!

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá
Podemos ajudá-lo?